quarta-feira, 11 de julho de 2018

Concurso PRF: pedido tem nove AVANÇOS em um dia !!!

 Expectativa de 1000 vagas
 Por JCConcursos - Fernando Cezar Alves 
O  processo de autorização do aguardado novo concurso público da Polícia Rodoviária Federal (PRF) contou com nada menos do que nove avanços no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) somente na última terça-feira, 10 de julho. Atualmente, a proposta está em análise na Coordenação Geral de Concurso e Provimento de Pessoal do MPDG. A grande movimentação em apenas em dia pode significar que a autorização formal pode ser publicada já nos próximos dias. Tanto que a intenção inicial do órgão era liberar o edital de abertura de inscrições até junho, o que acabou não se concretizando em virtude uma negociação do órgão com o ministério no sentido de permitir ampliar a oferta de vagas.
Inicialmente, a previsão era de 500 postos. Porém, de acordo com o diretor-geral da PRF, Renato Dias, está sendo negociado a liberação de 1.000 vagas para  policiais rodoviários.
De qualquer forma, tudo indica que, uma vez pubilcada a portaria autorizando o certame, a contratação da empresa e a publicação do edital deverão ocorrer de forma muito rápida, tendo em vista que  a PRF já conta com uma minuta de edital pronta, que vem sendo elaborada desde o final de 2016, com o objetivo de permitir que o concurso possa ser iniciado imediatamente após a publicação da portaria.
De acordo com o diretor-geral da PRF o órgão precisa de 3.000 novos servidores, que podem ser convocados pelo aproveitamento de remanescentes do novo certame, independente da oferta imediata, de 500 ou mil vagas. O motivo é que, somente em 2018, aproximadamente 2.000 servidores deverão se aposentar.

A liberação para o novo concurso da PRF está relacionada ao principal objetivo do novo ministério, criado por Medida Provisória em 27 de fevereiro. No entendimento do governo, a pasta será responsável por coordenar e promover o combate à criminalidade em parceria com os Estados.
Jungmann responde pelo comando da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal (que também teve concurso autorizado para 500 vagas), Força Nacional e pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), antes vinculados ao Ministério da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário