sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

AGU: pedido de concurso volta a avançar no MPDG !!!

AGU
O pedido de autorização do novo concurso público da Advocacia Geral da União (AGU) continua avançando no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG). No último dia 19 de dezembro, o processo foi encaminhado para a Secretaria Executiva do MPDG, onde atualmente se encontra em análise por parte da diretoria do setor. 

O pedido encaminhado pelo órgão é de 1.364 vagas. Porém, em 18 de julho, a AGU chegou a anunciar, por meio de sua assessoria de imprensa, que a seleção já havia sido autorizada pelo MPDG, para o preenchimento de 100 oportunidades. No entanto, a autorização não chegou a ser efetivamente publicada em diário oficial na ocasião e processo do pedido continua tramitando internamente no ministério.   “A realização deste concurso é um passo importante no processo de fortalecimento do quadro de servidores da AGU. Todos nós sabemos que as vitórias obtidas pela nossa instituição somente serão possíveis graças, também, à incansável dedicação diária de nossos servidores”, disse, quando do envio do pedido do concurso, a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da AGU, a seleção contará com oportunidades de níveis médio e superior, mas a distribuição por escolaridade ainda será confirmada. Mas já está certo que serão para áreas de apoio às carreiras jurídicas do órgão. 

As remunerações iniciais, já confirmadas, serão de R$ 4.100 para cargos com exigência de ensino médio e R$ 6.200 para aqueles com exigência de nível superior, considerando vencimentos básicos e gratificações.

Cargos solicitados pela AGU


Embora a distribuição das vagas imediatas e cadastros ainda não tenha sido confirmada, a expectativa é de que sejam para as carreiras do pedido de 1.364 postos encaminhado ao Ministério do Planejamento. Do total solicitado, 782 foram para cargos de ensino médio e 582 para nível superior.

Para ensino médio, o pedido foi para os cargos de assistente técnico administrativo (com 349 vagas) e técnico em contabilidade (433). Desta forma, a expectativa é de que as duas carreiras constem na nova seleção, embora com oferta menor de vagas.

Para nível superior, o pedido foi para os cargos de administrador (170), analista de sistemas (38), analista técnico administrativo (20), arquivista (17), bibliotecário (18), engenheiro (15), contador (258), estatístico (16), médico (9), técnico em assuntos educacionais (10) e técnico em comunicação social (11). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário