domingo, 31 de dezembro de 2017

Concurso PM RN 2018: Edital com 1.000 vagas está pronto e sai a qualquer momento!

Resultado de imagem para PM RN
É grande a expectativa de edital do concurso público da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (Concurso PM RN 2017/2018). De acordo com o secretário de Administração do Estado, Cristiano Feitosa, o edital de concurso PM/RN será divulgado em breve. A confirmação veio em entrevista na manhã desta quarta-feira, 20 de dezembro.
De acordo com Cristiano, a organizadora do certame entregou o documento pronto no dia 19 de dezembro. No entanto, foi encontrado algumas incorreções que precisam ser corrigidas. O objetivo do governo era deixar o edital 100% pronto até sexta-feira (22) e divulgar o edital até 29 de dezembro, o que acabou não acontecendo. A expectativa é que o edital seja divulgado no início de janeiro, com provas sendo aplicadas 60 dias depois. O secretário confirmou o concurso da PM RN para nível médio e reiterou que o próximo será para nível superior.
Foi divulgado no Diário Oficial do Estado do dia 05 de dezembro, o Termo de Dispensa de Licitação que confirma o organizador do concurso da corporação com 1.000 vagas. O escolhido foi o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (IBADE) prestar os serviços de organização e realização do concurso (veja abaixo).
O Termo de Dispensa de Licitação foi assinado pelo secretário da Administração e dos Recursos Humanos Cristiano Feitosa Mendes. O governador do Estado, Robinson Faria, já havia informado que o edital estava em fase final por parte da comissão organizadora. A banca que cuidará do certame também está sendo definida. De acordo com informações do comandante-geral, ao jornal Tribuna do Norte, serão oferecidas 1.800 vagas, fracionadas em três turmas. “O edital está na Secretaria de Administração. Na realidade, a vacância é de mais de 2.800 policiais. Mas serão 1.800 em três turmas. Em torno de 600 soldados e 40 oficiais em cada. Ainda de acordo com o comandante, não se sabe como será ofertado o quantitativo de vagas. “Não sabemos se será um só concurso para as três turmas. A Sead é quem está definindo isso.  Pode ser que se faça um só concurso e chame os primeiros 600, depois mais 600 e os outros 600. Para oficial, da mesma forma: três turmas de 40?, frisou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário